sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

VIDEOS SOBRE A CAPELANIA


QUE É CAPELANIA ?
video 

CAPELANIA HOSPITALAR
video

O QUE NÃO SE DEVE FAZER
video

CAPELANIA PRISIONAL
video



domingo, 18 de outubro de 2015

SACERDÓCIO FAMILIAR


Deuteronômio 11.18-21
Introdução: 
A tarefa de cuidar da vida espiritual da família foi confiada ao chefe da casa, devendo ser reproduzida por todos familiares. Durante a caminhada do povo de Deus no deserto, o exercício da fé era essencial para manter vivos os seus sonhos. Por isso foi estabelecida uma disciplina religiosa que proporcionasse esta espiritualidade em cada família.
Muitas pessoas querem que o pastor ou um líder religioso vá até sua casa para orar e abençoar esquecendo-se que também podem e devem fazer isso constantemente. Cada cristão é sacerdote em sua família.

Como ser sacerdote na família?
Vamos meditar em alguns aspectos ensinados no texto para exercer o sacerdócio em sua própria casa:

1-    COMUNHÃO: v.18ª 
“Ponde, pois, estas minhas palavras no vosso coração e na vossa alma”
Uma das funções do sacerdote é a intercessão (Hebreus 7.25). Orar pelo povo é a rotina de um sacerdote. Por isso, a vida devocional é imprescindível para o sacerdócio familiar. Para que a Palavra de Deus esteja em nosso coração e alma é preciso uma dedicação em vida de leitura da Palavra e oração. Isso é comunhão com Deus. Busque a presença de Deus em sua casa orando e meditando nas Escrituras. Faça de seu lar um lugar de louvor e bênção.
Para exercer o sacerdócio no lar não é apenas ‘fazer coisas’ como rituais. É preciso realmente ‘ser’ de maneira íntegra, alguém que vive com Deus. Se o seu coração e sua alma estiverem cheios da presença de Deus, logo isso será transmitido para sua família, “porque a boca fala do que está cheio o coração” (Lucas 6.45). Então se encha da Palavra de Deus até transbordar sobre seus familiares.
Ser Sacerdote da Família é viver em COMUNHÃO com Deus!
                              
2-    DISCIPLINA: v.18b e 20
“atai-as por sinal na vossa mão, para que estejam por frontal entre os olhos” “Escrevei-as nos umbrais de vossa casa e nas vossas portas”
O sacerdote do lar devia ter a Palavra de Deus de maneira visível até mesmo em sua própria mão para nunca esquecer. Como diz o ditado ‘o que não é visto não é lembrado’. Isso mostra a necessidade de uma disciplina e um cuidado para não deixar para amanhã o que deve ser feito agora. A Palavra de Deus diante da mão e dos olhos indicam que podemos orar a qualquer momento e nos umbrais das portas ensinam que ao entrar e sair de casa devemos estar em oração.
Se deixarmos para orar quando ‘der vontade’, corremos o grande risco de não fazer nada. Por isso é necessário muita determinação. Tome uma decisão de orar, ler a Palavra de Deus, cultuar de maneira disciplinada. Não deixe para orar com sua família ‘quando precisar’ e sim “orai sem cessar” (I Tessalonicenses 5.17). Escolha um dia e hora próprio para orar por sua família e com a família.
Ser Sacerdote da Família exige DISCIPLINA e determinação!

3-    TESTEMUNHO: v.19 
“Ensinai-as a vossos filhos, falando delas assentados em vossa casa, e andando pelo caminho, e deitando-vos, e levantando-vos”
Se o sacerdote da família tiver vida de oração e for disciplinado, mas não tiver testemunho de vida, tudo o que fizer será em vão, tornando-se um chato religioso (Tiago 1.22). Por isso o texto explica que o ensino deve acontecer durante todo o tempo da convivência familiar, tanto assentado, como andando e até deitado. Isso indica a necessidade de testemunho, pois se estiver falando uma coisa e fazendo outra é incoerente, então “falai de tal maneira e de tal maneira procedei” (Tiago 2.12).
No dia a dia da família é que se sabe quem é quem. O exemplo dentro de casa deve vir antes das palavras, para não dizer nas entrelinhas ‘faça o que eu mando e não o que eu faço’. Pregar o que não se vive é hipocrisia ou farisaísmo (Marcos 1.22).
Ser Sacerdote da Família é ser TESTEMUNHO de vida!

Seja sacerdote em sua casa!
-CONCLUSÃO: v.21 
“para que se multipliquem os vossos dias e os dias de vossos filhos na terra que o SENHOR, sob juramento, prometeu dar a vossos pais, e sejam tão numerosos como os dias do céu acima da terra”
O resultado deste sacerdócio é ter uma vida familiar longa, diferente do que vemos nos últimos dias quando as famílias se desfazem em pouco tempo. Mas a promessa de Deus para quem cumpre este ensinamento é que “se multipliquem os vossos dias e os dias de vossos filhos”. Então não perca tempo e comece a ser um sacerdote ou sacerdotisa em seu lar.
Não espere que outra pessoa venha a fazer isso, você mesmo pode ser “sacerdócio real” (I Pedro 2.9). O sacerdote do lar deve ter vida de comunhão com Deus em oração pela família, ser disciplinado no aprendizado e ensino da Palavra de Deus e principalmente dar testemunho de vida diante dos familiares.


sábado, 20 de dezembro de 2014

Curso de Capelania

Curso de Capelania

O curso de Capelania é ministrado pelo IBETEO, Instituto Bereano de Teologia e tem o objetivo, preparar e qualificar líderes e liderados a desenvolverem a assistência espiritual aos aflitos nas entidades coletivas de internações.

Abaixo estarão informações e condições para a realização do Curso de Capelania em sua igreja e região:

O Curso de Capelania é um curso interdenominacional.  Visa o preparo e qualificação de: Pastores, bispos, presbíteros, evangelistas, diáconos, obreiros e membros, a desenvolverem o ministério de auxílio ao aflito nas entidades coletivas de internações no Brasil e no exterior.
Este curso é Baseado na Constituição Federal, artigo 5 º, inciso VII, abarcada pela Lei Federal de n º 9.982, De 14 de Julho 2000 e no Âmbito do Distrito Federal a Lei 3.216 de 05 de Novembro de 2003. O curso vem capacitando e formando vários homens e mulheres a exercerem com presteza, prudência e responsabilidade, este trabalho voluntário no Brasil e em outros países. Credenciando e certificando de acordo com as Leis supracitadas.
O curso tem a duração de 10 (dez) hora / aula, com o direito uma certificação e um credenciamento. Geralmente o curso é realizado em um dia de Sábado para não interromper a programação da igreja local.
Para solicitar este curso, basta nos enviar um e-mail para o endereço abaixo ou ligar para:

E-mails:
ibeteo.contato@gmail.com
prjoseniltonbarbosa@gmail.com
Fone:

Contendo as seguintes informações:
  1. Informar telefone, e-mail. Indispensáveis para um próximo contato;
  2. Informar  data pretendida e o local para realização do Curso - Também, relacionar outras datas para facilitar o agendamento;
  3. Endereço, telefone e assinatura do responsável pelo convite.
CONDIÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DO CURSO:
  1. Ter um quorum mínimo de 30 pessoas;
  2. Documentos exigidos para a participação do curso:  Cópia do RG, 2 fotos 3x4 atuais e carta de autorização do  pastor ou líder e a ficha devidamente preenchida de inscrição que enviaremos após a confirmação do agendamento;
  3. Passagens de ida e volta;
  4. Hospedagem e alimentação.
OBS: O transporte poderá ser definido de acordo com a localidade.

quinta-feira, 7 de junho de 2012

CURSO DE PSICANALISE

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA O CURSO DE 
FORMAÇÃO EM PSICANALISE CLINICA
NÃO PERCA TEMPO;
FAÇA LOGO SUA MATRICULA
VAGAS LIMITADAS!

Para fazer a sua matricula, basta entrar em nosso site:

http://www.prjoseniltonbarbosa.com.br/ficha-de-matricula



Instituição Responsável: IBETEO

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Missões Mundiais e a Capelania

Missões Mundiais, através de alguns missionários na América Latina, tem investido no trabalho de Capelania que tem levado esperança e salvação a muitas pessoas. Confira um pouco do que Deus tem feito através desse ministério na América do Sul.

O jornal "Mente Abierta", de Montevidéu, publicou uma entrevista com a missionária Clélia de Oliveira em duas páginas, que fala sobre acompanhamento a familiares de pacientes terminais. A missionária dos batistas brasileiros está radicada no Uruguai há 20 anos e, após um período de capacitação, passou a integrar um grupo de voluntários que apoia os capelães evangélicos no país. Ela tem dedicado sua vida nessa importante tarefa.

Segundo a matéria, nas últimas décadas o trabalho de capelania no Uruguai vem diminuindo e, em alguns lugares, desapareceu por completo. Somente poucos hospitais e sanatórios ainda mantêm um trabalho forte e bem desenvolvido. Entretanto, a missionária Clélia está desenvolvendo um trabalho muito interessante na área de capelania no Hospital Evangélico que, nos últimos anos, foi revitalizado com a capacitação de seu pessoal.

A missionária Clélia afirma que a primeira coisa a ser feita, como capelã, é escutar o paciente e seus familiares; procurar entender o drama que estão atravessando e quais são os seus sentimentos. Ela explica que o capelão deve ter o cuidado de observar a particularidade de cada um para, aí sim, oferecer-lhes o que é mais necessário para as suas vidas: o apoio espiritual. "Nós cremos que Deus está conosco e cremos na palavra de Jesus que diz: 'Venham a mim todos os que estão cansados e sobrecarregados que eu lhes darei descanso'. Deus está aqui e vocês podem crer que Ele quer ajudá-los", diz a missionária Clélia. Segundo ela, para as pessoas que já creem nisso, não se deve questionar sua fé. Pois - entre a vida e a morte - este é o momento de renovação da crença em Deus. É nisto que consiste o trabalho de capelania.

O ministério de Capelania é muito especial, pois visa levar Cristo aos enfermos, aos encarcerados, aos portuários, aos oficiais em quartéis etc - para consolá-los e salvá-los - mas alcança também, os seus familiares. Esse trabalho precisa de sua ajuda. Caso deseje colaborar para a manutenção desse ministério, faça contato com Missões Mundiais da CBB.

Fonte: Junta de Missões Mundiais da CBB

sexta-feira, 30 de março de 2012

Movimento de homossexuais quer impedir atuação de Capelanias Evangélicas

Movimento de homossexuais quer impedir atuação de Capelanias Evangélicas


O movimento defensor das causas homossexuais, o LGBT (Lésbias, Gays, Bissexuais e Travestis), tem tentado impedir a atuação das Capelanias Evangélicas em hospitais. O grupo tem realizado acusações difamatórias à Associação de Capelania Evangélica Hospitalar, principalmente à capela Eleny Vassão de Paula Aitken, que atua no Centro de Referência e Treinamento em DST-AIDS (CRT-AIDS), e no Instituto de Infectologia Emílio Ribas, na cidade de São Paulo.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Artigos e comentários publicados na internet referem-se ironicamente ao trabalho realizado pelas capelanias evangélicas, em um dos textos, de Cláudio Celso Monteiro Jr. cita, traz o título “A homofobia (institucional) nossa de cada dia”, e outro, “Fundamentalismo religioso invade hospitais brasileiros”, de Ricardo Aguieiras. Também foram dirigidas críticas à Igreja Presbiteriana do Brasil, ao ser citado o livro “A missão da igreja gente a AIDS”, publicado pela Editora Cultura Cristã, há quase 20 anos.

Nos textos os grupos evangélicos são acusados de “homofobia”, “atendimento espiritual de maneira invasiva” e até de “sérias falhas em questões de biossegurança”. Mas, além da manifestação realizada através dos artigos as acusações já foram também realizadas verbalmente, direcionadas às diretorias dos hospitais que recebem assistência das capelanias evangélicas.

Desta forma, o trabalho dos evangélicos nos hospitais está correndo risco de ser interrompido, já que a Coordenação de Políticas para a Diversidade Sxual e Secretaria de Justiça e Defesa da Cidadania da vidade de São Paulo tem apoiado o posicionamento dos grupos LGBT.

Com um tradicional trabalho de mais de 30 anos e atuante em mais de 200 hospitais brasileiros, a Associação de Capelania Evangélica Hospitalar, numa tentativa de se defender seu trabalho e também de alertar a igreja brasileira sobre a situação, lançou uma nota em seu site convocando todos para um abaixo-assinado virtual, como apoio à instituição.

Para assinar o abaixo-assinado é só acessar o site www.peticaopublica.com.br

Fonte: Gospel+

quinta-feira, 1 de março de 2012